0/ História: O Viral Open Space (VOS) nasceu no contexto do COVID19. Durante sua primeira edição, em março de 2020, implantou um processo de aprendizado on-line novo, inspirado nas experiências dos Fóruns Sociais Mundiais e outros espaços transnacionais de mobilização, bem como no método dos Fóruns Abertos.

O VOS: um espaço e um processo

1 / O Espaço Aberto Viral é um espaço e processo abertos, pontuados por eventos, cujas funções são:

  • Permitir que seus participantes se conectem ao redor do mundo
  • Buscar a complementaridade dos movimentos de cidadãos em todo o mundo
  • Incentivar as pessoas a agirem por meio de ajuda mútua, do global ao local
  • Contribuir para tornar visíveis respostas positivas dos cidadãos às crises ecológicas, sociais e democráticas
  • Resistir criativa e não violentamente à dominação mundial em todas as suas formas
  • Experimentar novas formas de viver bem
  • Construir novas visões transformadoras das sociedades ao redor do mundo.

2 / O Viral Open Space é um processo global, descentralizado e respeitoso da vida como um todo.

3 / O Viral Open Space é um espaço aberto que respeita o pluralismo e a diversidade de compromissos e ações daqueles que dele participam, desde que respeitem este Texto de Intenção. Nenhuma discriminação baseada em gênero, etnias, culturas, gerações e capacidades físicas será tolerada.

4 / O Viral Open Space participa da construção de um arquipélago cidadão global, como uma visão do nosso ecossistema através do oceano que conecta. As identidades / raízes de um.a e de outro.a podem, portanto, ser respeitadas e tornar-se frutíferas sem serem isoladas e ficar secas. É a possibilidade de nossa humanidade ser ao mesmo tempo Una, enquanto se reconhece Plural.

5 / O processo Viral Open Space é um bem comum de seus participantes, que ninguém pode afirmar possuir. Baseia-se no voluntariado e na transparência.

6 / O Viral Open Space é um espaço plural, não confessional e não-governamental.

Contribuir para Facilitação ou Conteúdos no VOS

7 / Como espaço virtual, o Viral Open Space depende de ferramentas digitais para se implementar. As várias partes interessadas concordam em favorecer o máximo possível ferramentas baseadas em software livre, sistemas de código aberto descentralizados e proteção de dados pessoais.

8 / A metodologia Viral Open Space distingue:

  • os.as facilitadores atuando na animação do processo e na organização dos eventos.
  • os.as participantes que propoem os conteúdos no Viral Open Space, por meio de atividades autoorganizadas e iniciativas de ação transformadoras.
    • Os.as participantes são indivíduos, o redes formais ou informais.
    • As atividades apresentadas pelos individuos visam construir alguma coisa coletiva. Em caso de limitações logísticas, é dada prioridade às atividades propostas pelas redes

Todos os.as participantes promoverão a complementaridade de abordagens intelectuais, sensíveis ou artísticas e até físicas, apesar das restrições da tela.

Todos eles direcionam sua ação através de decisões baseadas na busca de consentimento.

9 / Modo de tomada de decisão para facilitar o processo do Viral Open Space:
Quando uma decisão se relaciona com o processo do Viral Open Space como um todo, deve haver um processo separado para endossá-lo, que deve ser inclusivo, com base no consentimento.

Podem participar nas decisões:

  • Aqueles que foram facilitadores.as do Viral Open Space anterior, de acordo com uma designação mútua feita durante a avaliação do evento VOS
  • Aqueles que já participaram de 2 reuniões de facilitação para o próximo processo de evento VOS, organizadas peles facilitadores identificades no final do evento anterior

10 / Os.as facilitadores não organizam atividades em nome do Viral Open Space. É claro que eles podem propor e organizar atividades, em nome próprio, como participantes.

Participar do espaço de processo do VOS

11 / O Viral Open Space é concebido como um espaço de aprendizado mútuo, no qual são atendidas singularidades, respeitando a diversidade de culturas e idiomas. Os.as participantes do Viral Open Space comprometem-se, tanto quanto possível, a desenvolver suas atividades em diferentes idiomas, a favorecer vários modos de expressão.

12 / Os.as participantes, como os.as facilitadores, reconhecem-se neste Texto de Intenção e comprometem-se a divulgar amplamente os resultados das atividades realizadas no Viral Open Space pelos meios à sua disposição. Eles não impõem diretrizes, hierarquias, censura ou restrições.

13 / O Viral Open Space não é concebido como a única alternativa de articulação e ação daqueles que dele participam.

14 / Nenhuma pessoa ou estrutura pode reivindicar ser representativa daqueles que participam do processo. Qualquer intervenção sobre o Viral Open Space por pessoas que participaram do processo (ou não) é apenas involve elas. Como parte das atividades auto-organizadas no VOS, as declarações assinadas por aqueles que desejam fazê-lo permitem a expressão coletiva.

15 / Não pode participar do Viral Open Space como tal representações de partidos nem organizações armadas. Podem ser convidados a participar, a título pessoal, governadores e parlamentares que se reconhecem como participantes, conforme descrito neste Texto de Intenção.